What is your language?

Bornes relacionados com Miniaturas

Buscando...?

quarta-feira, 7 de outubro de 2009

Taṇhā

Um colega meu fez cirurgia bariátrica. Estes dias estava mal. Devido ao período de transição da dieta, nada parava em seu estômago. Teve que apelar para um potinho de papinha industrializada e uns goles de bebida isotônica! Embora sem sentir qualquer sabor obteve mais uma pequena vitória na sua desgastante jornada rumo a uma melhor qualidade de vida. Conversando comigo ele disse que 'um filme passava pela cabeça': em vista de tudo pelo está a viver, como teria sido melhor não ter ganho tanto peso! Quão mais fácil teria sido uma disciplina alimentar preventiva! Tive que concordar com ele em parte mas lhe disse também que a vida muitas vezes parece não nos permitir perspectiva. Há fases em que somos de tal forma engolidos, temos tantas coisas 'mais importantes' com as quais nos preocupar que a visão de longo prazo simplesmente parece não constar no cardápio! A única coisa que importa são os descansos imediatos que possamos obter para aquele momento; os pequenos prazeres que possamos experienciar e que nos salvam da realidade indigesta que nos devora. Não nos preocupamos com o preço, qualidade ou quantas calorias tem!
Mantemo-nos facilmente no engôdo. Há servido a nossa disposição um variado e sempre renovado banquete de irresistíveis e reconfortantes delícias. Os sentidos nos guiando num degustar incessante e míope. Deleite e fuga simultâneos. Enquanto temos a ilusória impressão de que conseguimos algum alívio para a nossa massa de dissabores, acumulamos mais peso com o qual teremos que lidar de forma exaustiva e desastrosamente sofrida no futuro.
Aquela perspectiva que precisamos ter pode surgir com o espelho da sabedoria que o buddhismo nos oferece.
Mas precisamos ficar totalmente nus diante dele compreendendo o que, quem e como somos e estamos.
Postar um comentário

Speech by ReadSpeaker